Posts Tagged ‘Ayrton Senna’

Vinte anos sem Ayrton Senna

2014/05/01
Senna no pódio

Senna no pódio

Hoje, há exatos vinte anos, o mundo perdia um dos pilotos mais rápidos e arrojados da história e uma grande pessoa. Estamos falando de ninguém menos que Ayrton Senna do Brasil.
Nasci no ano seguinte à primeira vitória de Senna na Fórmula Um. Embora pequeno, lembro-me de assistir às corridas pela televisão com meu pai. Ele foi o grande responsável por minha paixão pelas corridas e pelo Senna.
Lembro que, naquele trágico primeiro de maio de 1994, não chorei. Eu tinha apenas oito anos e não tinha muita noção dessas coisas como a morte. Mesmo assim, é claro que eu vi que os fins de semana já não eram mais os mesmos. E eu e meu pai deixamos de assistir às corridas. Só voltei a acompanhar a Fórmula Um muitos, muitos anos depois. Meu pai não voltou, assim como a maioria dos brasileiros. Isso porque não apareceu um campeão desde Senna. E assim, o Brasil, que brilhou na Fórmula Um durante as décadas de 70, 80 e início da década de 90, perdeu muito de seu brilho com respeito ao automobilismo internacional.
Embora tenha falecido num ano em que muitos esperavam que se sagrasse tetracampeão (o que era, de fato, muito provável), Senna deixou sua marca profunda na história do automobilismo e, mais importante, nos corações das pessoas, não só de brasileiros, mas também de japoneses, ingleses e de quem mais teve contato com este gênio. Aliás, “gênio” (天才) é um dos apelidos de Senna no Japão, assim como “príncipe da velocidade da luz” (音速の貴公子).
Além das corridas fantásticas e de seus três campeonatos, outra coisa que permanece em nossa memória é a generosidade de Senna, inclusive sob a forma do Instituto Ayrton Senna que, desde 1994 até hoje, ajuda na educação de crianças e a torná-las cidadãos mais conscientes e mais capacitados.
Com certeza, o exemplo de Senna e seus feitos incríveis continuarão na memória e no coração de quem teve o prazer de ter contato com ele ou com seu enorme legado. Fica também sua enorme determinação e seu igualmente grande desejo de vitória como inspiração para todos nós.

Advertisements

Senna – o filme

2010/10/30

“Ele foi o melhor piloto que já existiu”. Ninguém menos que o tricampeão e lenda viva Niki Lauda falando sobre o também lendário tricampeão Ayrton Senna. A frase está estampada no cartaz do filme sobre o piloto brasileiro:

Senna - o filme

Senna - o filme

Dia 12 de novembro, sexta-feira, estreia aqui no Brasil um documentário sobre Senna feito para o cinema. Dirigido pelo britânico Asif Kapadia, a produção narra a inesquecível jornada de Senna pela Fórmula 1, desde sua estreia em 1984 pela equipe Toleman, passando pela mítica Lotus (de 1985 a 1987), barbarizando na McLaren (de 1988 a 1993), até sua morte em 1994 na Williams. Também estão presentes cenas do piloto fora das pistas, descansando com a família e amigos. O filme conta com uma série de imagens do heroi e entrevistas inéditas com personalidades como Alain Prost, Ron Dennis e Frank Williams.
Além dos duelos nas pistas, o filme também revela os conflitos políticos por que passou Senna, notadamente nas decisões dos títulos de 1989 e 1990 com Prost.
Confira uma prévia deste trabalho:

Toda vez que vejo este vídeo, fico realmente emocionado.
Com certeza, o heroi não será esquecido!

Ayrton Senna do Brasil!!!

2009/08/06
Senna em Monza, Itália, 1992

Senna em Monza, Itália, 1992

Há 15 anos, perdemos um herói nacional (tá bom, tem gente que discorda, mas já que este blogue reflete a minha opinião…): Ayrton Senna da Silva, [talvez] mais conhecido como Ayrton Senna do Brasil! Bom, na verdade, estou um “pouquinho” atrasado, já que se completou 15 anos de seu falecimento no dia 01 de maio deste ano. Mesmo assim, vale a pena sempre relembrar este grande brasileiro. Até porque tenho uma admiração gigante por ele.
Certa vez, li em algum lugar (de que não me recordo) que Ayrton Senna representava muito mais do que um brasileiro vencedor, representava um Brasil vencedor! Um Brasil que luta, esforça-se e chega lá, honestamente. Pensando nisso, concordo com esta proposição. De alguma forma, ele se destacou deveras, até mesmo de outros grandes campeões como Emerson Fittipaldi e Nelson Piquet. Bom, os motivos de seu sucesso são diversos, mas gostaria de relembrar dois momentos raros (não se vê mais hoje em dia). O primeiro é o Grande Prêmio (GP) da Grã-Bretanha (Inglaterra) de 1991, em que Senna sofre uma “pane seca” na última volta e pega carona com o vencedor Nigel Mansell (correndo em “casa”):


O segundo é o GP da Bélgica de 1992, em que o francês Érik Comas sofre um acidente durante os treinos e Senna pára seu carro para ajudar o colega. O piloto brasileiro desliga o motor do carro acidentado e segura a cabeça de Comas numa posição estável até a chegada da equipe médica, salvando a vida do francês:


Ayrton Senna ganhou três campeonatos de Fórmula 1: 1988, 1990 e 1991, todos correndo pela McLaren-Honda. Aliás, Senna construiu um relacionamento muito forte com a Honda. Segundo o francês Alain Prost (um dos maiores rivais de Senna, se não o maior), a Honda o considerava mais para o computador, enquanto Senna era mais para o samurai. De fato, Ayrton angariou o carinho dos japoneses, atingindo lá um estado quase mítico.
No vídeo abaixo, você vê um resumo dos carros pilotados por Senna:


Mesmo a Fórmula 1 (categoria máxima do automobilismo) sendo de origem européia, a maior parte do mundo considera Ayrton Senna como o melhor piloto de todos os tempos! É muito raro o Brasil ser reconhecido como melhor em qualquer coisa (é claro que não me esqueci do futebol), mas Senna é aclamado mundialmente, e isso nos orgulha muito, com certeza! Certa vez, li num fórum internacional: “God needed to learn how to drive a car, that’s why He took Senna away!” (Deus precisou aprender a dirigir, por isso Ele levou Senna), tal frase me deixou sinceramente emocionado. Grande piloto e grande pessoa. Além disso, ao contrário de muitos, não tinha vergonha de ser brasileiro, muito pelo contrário, sempre tentou levar uma imagem positiva do país e brandia nossa bandeira!
Hoje em dia, os institutos e fundações de assistência social “pipocam”, porém há 15 anos não era bem assim. Ayrton Senna queria fazer mais pelo Brasil, principalmente pelas pessoas desfavorecidas, daí nasceu o Instituto Ayrton Senna, presidido por sua irmã, Viviane Senna e que até hoje ajuda várias crianças brasileiras num aspecto importantíssimo: a educação.
Com certeza, faz-nos muita falta este vencedor. Fique com Deus, Ayrton Senna do Brasil!!!