Archive for July, 2010

Vergonha…

2010/07/27

Sinceramente, não queria escrever sobre o mesmo tema em dois artigos seguidos, mas a Ferrari me obrigou a isso. Quem assistiu ao Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1 (ou acompanhou as notícias esportivas) já sabe do que se trata. Vergonha é o que sinto. Já que a Ferrari não tem vergonha na cara, eu sinto vergonha deles.

Quando vi aquilo, fiquei com vontade de xingar muito no tuíter.
Se eu quisesse ver palhaçada, iria num circo.
A Red Bull Racing e a McLaren, por exemplo, já tiveram seus pilotos em primeiro e segundo lugares e não deram ordens para trocarem de posição ou coisa do gênero, inclusive Vettel e Webber (ambos da Red Bull Racing) se tocaram brigando pela liderança, o que mostra claramente que a equipe possui bom senso esportivo e, diferentemente da Ferrari, não se escora em alterações de resultados.

E para você, Fernando Alsonso, tenho a dizer o seguinte: você é ridículo! Sim, porque um piloto que não consegue ultrapassar na pista e depende de ordens de equipe para fazê-lo não merece nem um pouquinho do meu respeito. Não é de hoje que Alonso não me desce. Desde há muito, ele se mostra um “companheiro” de equipe que ninguém quer ter, talvez seja porque companheirismo e cooperação não façam parte de seu dicionário, ou melhor, fazem somente quando lhe convém. Acho que ele é um tipo de Schumacher da vida: sujão e antiesportivo. Ambos são maquiavélicos: a vitória a qualquer custo.

Lembremos da marmelada do GP de Cingapura em 2008, em que Nelsinho Piquet bateu sua Renault deliberadamente com a intenção de trazer o carro de segurança e garantir a vitória do espanhol.

A saber, a Ferrari foi multada em 178 mil reais (na verdade, 100 mil dólares) pelo jogo de equipe e irá a tribunal, sendo que pode ser desclassificada do GP da Alemanha. Particularmente, acho até que é pouco, pois se trata de reincidência: em 2002, na Áustria, Barrichello deixou Schumacher passar para vencer o GP por ordem de equipe.

Aliás, como não há muito a fazer, podemos dar umas risadas com uma charge sobre o assunto.

Advertisements

Formula One 2010

2010/07/19

If you are watching this season of Formula One, probably you’ll find it interesting (like me). We just have passed the half of the season and I think that no one can point the man who will win this championship. This year, the top of the driver classification table was occupied by 5 or so drivers. In the moment, the Englishman Lewis Hamilton from McLaren Mercedes is in the honourable place.

Lewis Hamilton

Lewis Hamilton


Well, I prefer not to guess, but just to watch the rest of the season.

After the changes in the Williams Cosworth’s car, I am really happy to see the team (9 Constructors’ Championships and 7 Drivers’ Championships, lately obtaining not-so-expressive results) finishing in 4th in Europe Grand Prix (held in Valencia Street Circuit, Spain) and 5th in British Grand Prix (held in Silverstone Circuit, Britain), results obtained by the Brazilian Rubens Barrichello.

One moment I would like to talk about is the accident involving the Finnish Heikki Kovalainen and the Australian Mark Webber in the ninth lap of the European Grand Prix:

It has nothing to do with blaming anybody (actually, I think it was a race incident, that sort of thing just happens). The point is that this collision took me back to Portugal, 1992:

Really similar, isn’t? This accident occurred in Autódromo do Estoril, Portugal in 1992, involving the Austrian Gerhard Berger and the Italian Riccardo Patrese in the 43rd lap of that Grande Prémio de Portugal.
In both incidents, the involved drivers did not suffer any injuries.

This year, we saw discussions around the Safety Car, mainly after the Grand Prix de Monaco, where the Safety Car was deployed four times and the German Michael Schumacher overtook the Spanish Fernando Alonso in the last corner of last lap, bringing a discussion about the validity of the manoeuvre. Also, in the Turkish Grand Prix, the incident involving the two Red Bull Racing cars, which were in the first (Australian Mark Webber) and second (German Sebastian Vettel) positions, soured the relation between these team-mates that fight for the championship.

What events await us? Let’s wait and watch…