Sorte de Barrichello

Rubens Barrichello (Brawn GP)

Rubens Barrichello (Brawn GP)

Pois é, quem disse que o nosso Pé-de-Chinelo não tem sorte? Depois de anos na Fórmula 1 só qubrando, só quebrando, parece que agora vai! Neste fim de semana ocorreu mais um Grande Prêmio da Austrália (em Melbourne, no circuito de Albert Park) assinalando o intróito de mais uma temporada da mais prestigiada categoria do automobilismo mundial.

E, nesse ano, parece que muita coisa vai mudar, começando pelos protagonistas. Quem esperava ver Felipe Massa ou Lewis Hamilton arrasando nas pistas, encontrou-os arrasados pelas, digamos, novas estrelas da categoria. Dentre elas estão Robert Kubica e Sebastian Vettel, por exemplo. Mas a questão não fica só no plano dos pilotos, pois as equipes também parecem se ordenar de uma nova forma, e eu acho isso o máximo. Não tinha coisa mais chata do que ver a Ferrari correr sozinha há uns 5 anos e um certo sujeito ser heptacampeão. Mas agora não, pelo menos por enquanto, Ferrari e McLaren estão fora das primeiras equipes (a sorte do Hamilton neste GP não conta ^_^). Ao que tudo indica, Brawn GP (ou simplesmente Brawn) deve continuar se destacando nesta temporada, mas também há Red Bull Racing, que vem mostrando resultados muito bons; Toyota, que parece estar bastante competitiva este ano; e BMW Sauber, que já vem mostrando muita competência não é de hoje.

Mas eu fiquei muito surpreso mesmo com a Brawn! Quando assisti ao treino classificatório, quase não acreditei: Rubinho fazendo o primeiro tempo. Só na última (e decisiva) tomada, seu companheiro de equipe, Jenson Button, fez a pole position. No domingo, Pé-de-Chinelo mostrou resquícios do passado (nem tão distante) largando muito mal e perdendo algumas posições, o que o levou à quarta colocação faltando três voltas, quando… eu não acreditei! Eu realmente não acreditei no que vi! Pé-de-Chinelo tinha tudo para terminar em quarto, mas o fez em segundo lugar, atrás apenas de seu companheiro. O que houve foi uma colisão entre Sebastian Vettel (Red Bull Racing) e Robert Kubica (BMW Sauber) quando este tentava ultrapassar aquele e assumir a segunda posição. Mas acabou que os dois se enroscaram e abandonaram o GP faltando 3 voltas! Realmente, deu pena. Mas, fiquei surpresíssimo com a sorte tamanha do nosso Pé-de-Chinelo! Será que isso é só começo?…

Tags:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: